quarta-feira, 8 de julho de 2009

O Eterno Peter Pan

Tenho adiado este post porque não queria repetir aquilo que já foi dito em milhares de blogs. Não que não respeite o senhor mas tenho cá outras maneiras de prestar o meu tributo.
Nunca fui fã incondicional do Michael Jackson (até porque ele estava ausente do mundo do espectáculo há algum tempo) mas (envergonho-me do que vou dizer) foi com a drástica notícia da sua morte que comecei a interessar-me mais pela sua carreira/vida. Que o Michael foi um revolucionário no mundo da música, é certo e sabido. Quanto à controvérsia sobre as cirurgias plásticas, mudança da cor de pele, entre tantas outras histórias (a meu ver absurdas ou desnecessárias) prefiro abster-me de comentários.

Ontem à noite, estava na sala a ver um concerto dele, quando a pequena entrou e perguntou intrigada:

- Quem é, mana?
- É o Michael Jackson.
- E ele não era preto?
- Sim, era.
- E como é que já não é? Como é que ficou branco?
- Sabes, há quem diga que ele teve uma doença que o fez perder a cor da pele e foi ficando branquinho; outras pessoas dizem que ele não gostava de ser preto e fez um tratamento para ficar branco.
- Tem muito mais lógica a da doença!

Achei apenas curioso, que a criança, na sua inocência, achasse pouco lógico o facto de alguém não gostar de ser negro. Desconhece ainda toda a problemática envolta em racismo/xenofobia. E, cá para nós, deixemo-la ficar na ignorância...
DEP

8 comentários:

  1. Gostei muito do teu blog! Escreves muito bem! Vou passar cá mais vezes!:)

    ResponderEliminar
  2. Acho adorável esse «mana» :) e fico muito feliz por saber que há crianças ainda nessa incência..

    ResponderEliminar
  3. é melhor deixa-la ficar mesmo na ignorância :')
    quanto mais tempo melhor...

    beijinho

    ResponderEliminar
  4. claro, querida! e fazemos também um interrail :}

    ResponderEliminar
  5. é mesmo! eu vou fazer um quando tiver 18/19 anos :] já o quero fazer há mesmo muito tempo!
    acho que é uma experiência super valiosa :p

    ResponderEliminar
  6. Foi adorável, o que ela disse. :) Eu também demorei bastante tempo a compreender. Apesar de não ser fã dele, cresci a ouvir as músicas dele, e senti-me estranha quando ouvi a noticia. :|

    Beijinho **

    ResponderEliminar
  7. foi muito bem observado, sim senhora :D *

    ResponderEliminar
  8. É a vantagem de ser pequenino, ser inocente, e feliz :)

    ResponderEliminar